6 Letras – Resoluções de Ano Novo

Resoluções de Ano Novo

Como colocar Deus em primeiro lugar é a única forma correta de perseguir seus objetivos.

Esse texto é um tiro no escuro. Um tiro porque ele terá (assim espero) um impacto na sua vida. No escuro, porque, afinal, caro leitor, eu não te conheço. Aliás, nós não nos conhecemos. Que falta de educação a minha. Pois bem, prazer! Esse é o primeiro texto do “6 letras”. Meu nome é Guilherme. E só isso. Sem títulos, sem cargos. Eu sou, assim como você, um pecador, inconformado com a natureza pecaminosa (pela Graça de Deus), e que por isso busca, constantemente, crescer na palavra de Deus, e fazer a Sua vontade.
É simplesmente por essa nossa natureza idêntica que eu me sinto no direito, ou melhor, na obrigação, de compartilhar com você algumas ideias. Meus textos jamais serão um monólogo, eu não tenho tanto conhecimento para tal; serão sim, um diálogo, construído entre mim e vocês. Uma troca de experiências. Então, bom, deixa eu começar nossa conversa.

Todo ano que começa é recheado de uma prática costumeira entre nós: as resoluções de começo do ano. “Esse ano eu vou para academia”; “esse ano eu vou estudar mais”; “vou comprar um carro”; “vou subir no meu emprego” e etc. Todos esses objetivos são lícitos. Mas colocando eles na frente, estamos fazendo o caminho inverso do que a Bíblia nos orienta a fazer. Quero então te mostrar porquê colocar Deus em primeiro lugar é a única resolução que você precisa, e como alcançar isso.

 

 

Buscar o crescimento espiritual em primeiro lugar é ordem Bíblica.

O porquê é extremamente óbvio, mas ainda assim, nós o esquecemos. Devemos colocar nosso crescimento espiritual em primeiro lugar porque é assim que Deus manda. Fazendo isso, estaremos, diuturnamente, buscando a direção que Deus quer que sigamos.

É estranho, mas raramente perguntamos o que Deus quer que façamos. Buscar a vontade Dele, contudo, é muito mais do que orar antes de tomar uma grande decisão (embora envolva isso também). Também não é ficar esperando que Deus te mande uma resposta através de um sonho, de uma voz que fala do céu, ou de algo extraordinário. Deus pode fazer isso, mas sinto lhe informar que não é assim que Ele age costumeiramente.

Na verdade, é “simples”. Buscar a vontade Dele é estar constantemente em comunhão com Ele, seguindo o que é ensinado através de Sua Palavra (Romanos 12: 1-2). A linha que devemos caminhar, então, é tênue: não cabe a nós saber o que Deus quer para nossas vidas, apesar disso, devemos procurar fazer Sua vontade. Como? Seguindo seus ensinamentos. Deus pode te dar o que você quer. Mas ele pode já ter respondido um sonoro “não” para você também. Independente da resposta, nossa obrigação é simples: buscar em primeiro lugar o Reino de Deus (Mateus 6:33), não para que Ele nos “acrescente” dinheiro, carro, casas ou outros bens materiais, mas sim, o Seu melhor, a salvação, abundantemente mais importante do que as “demais coisas”.

 

 

Como colocar Deus em primeiro lugar no seu dia a dia?

Inicialmente, tratamos de alguns textos que falam sobre a nossa obrigação de colocar em primeiro lugar tudo que envolve nossa vida com Deus. Agora vamos tratar esse assunto de uma maneira mais prática.

A Bíblia é a Palavra de Deus. Por isso, a maioria dos cristãos vê um certo misticismo nela. Apesar disso, Ela também tem um aspecto mais simples que todos nós insistimos em esquecer: a Bíblia é um livro. Repare, ela não é “só um livro”, mas é, também, um livro. Tão importante quanto a leitura da Palavra na saúde da nossa vida cristã é a oração. Mais uma vez, então, estamos diante dos dois principais pilares que devem embasar a prática da nossa fé: a leitura da Bíblia, e a oração. “Esse ano eu vou ler mais a Bíblia, e orar mais”. Essa resolução já é recorrente na vida dos cristãos. E, como todas as outras, raramente ela dá certo. Vamos além.

Ao invés de simplesmente querer ler as Sagradas Escrituras e orar mais, o desafio, pra mim e pra vocês, seria esse: colocar como resolução desse ano, o objetivo de “estudar a palavra de Deus e orar, como prioridade”. Infelizmente, devido a nossa natureza pecaminosa, tudo que se refere a prática da nossa vida cristã é um imenso esforço. Estudar a bíblia e orar, para nós, não é natural. Assim, devemos nos esforçar para fazer ambos.

A Bíblia é um livro. Estude-o. A oração é uma prática. Exercite-a. Não espere que a vontade de estudar e orar simplesmente floresça, vá atrás dela, como você faz com qualquer outra área na sua vida. Confie em mim, isso vai te ajudar a organizar seu dia. Quando nós organizamos nosso dia, colocamos algumas situações que são imutáveis, para depois, encaixar todo o resto em torno delas. É um quebra cabeça: “amanhã eu vou trabalhar”. Você não tira o trabalho do seu dia. Depois disso, todos seus outros afazeres gravitam em torno dessa sua prioridade. Você calcula quanto tempo possui antes do trabalho e também, quanto terá depois dele. O trabalho é só um exemplo, podemos falar de estudo, de casa, filhos e etc. Porque não de estudar a Bíblia e orar?

“Amanhã eu vou ler a bíblia e orar de manhã; estudar a bíblia e orar de noite”. Esse é um exemplo do desafio que eu gostaria de abraçar com vocês. Colocar o exercício da nossa vida cristã como a prioridade que irá ser a peça central do nosso quebra cabeça. A partir dela, encaixar todas as outras situações que vivenciaremos no dia: trabalho, estudo, casa, filhos e etc, para assim, conseguir alcançar todo o resto, mas tendo a prioridade correta. Devemos considerar nossa vida com Cristo como a única exigência que não pode faltar em nosso dia, definindo nossos horários em torno dela, para assim, colocarmos os demais objetivos no tempo restante.

É difícil, eu sei. Simplesmente porque não conseguimos enxergar as consequências das nossas faltas com a vida espiritual agora. Se deixarmos de ir trabalhar, deixaremos de receber, e, portanto, de ter sustento. Isso é o agora. O descuidado com a nossa vida espiritual, por outro lado, traz consequências muito mais graves. Tudo que vivemos aqui na Terra é “correr atrás do vento”, como diz o autor de Eclesiastes, portanto, o mais importante de fato, é ter como prioridade, o crescimento na palavra (Eclesiastes 12:13-14).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s